quinta-feira, dezembro 01, 2005

Ser ou não Ser


Vivo como numa balança, pesando sempre os pontos positivos e os negativos mas nunca chego a nenhuma conclusão.Se digo para algum do amigo no Brasil que gostaria de trocar de lugar com ele, será que me entenderia?Todos acham que tenho tudo pois não tenho preocupações com dinheiro. É verdade, realmente tenho tudo que preciso mas não me sinto feliz.Sinto falta da minha família, dos meus amigos e do Brasil que amo apesar de que saber que as coisas por lá não estão fáceis.Certa fez uma das minhas irmãs, contou-me que tinha passado a noite na varanda jogando carta com o marido e os filhos,e da felicidade de ter aberto um crediario para comprar um sofá novo. Na mesma hora pude imaginar e cena e morri de inveja, fiquei envergonhada de mim mesma e do meu sentimento, mas não foi inveja de ganancia, fico contente que ela seja feliz, queria a felicidade dela por um minuto para mim.Mas é sempre assim, sempre que falo com alguém de lá , fico feliz e triste ao mesmo tempo. Acho que mudei muito no meu jeito de ser, como dizem meus amigos aqui estou quase sueca, mas eu quero voltar a ser como era antes e de poder encontrar momentos de felicidade em coisinhas pequenas do dia-a-dia. Eu tenho uma grande necessidade de me sentir útil ao meu semelhante acho que por isto tenho dificuldades neste País onde ninguém precisa de ninguém.Adoro meu marido, mas a falta que sinto da minha família é muito maior que tudo, pensei que passaria com o tempo , mas pelo contrário só aumenta. Me adaptei muito bem na Suécia, tenho bastantes amigos, trabalho e meus filhos estão todos aqui, mas se coloco uma música brasileira para tocar, me dano pois sinto um enorme aperto no peito e vontade de estar lá...O que fazer mas um Ano Novo se aproximando e eu como sempre cheia de grilos na na cuca.
Deve ser a velhice, será?

Um comentário:

lima disse...

Velhice nada!É saudade! E das boas!
Vc tem MSN? Pode conversar com sua família on line. Não dá pra vir no fim do ano ou nas férias?
Olha, amiga, sei que deve ser difícil, mas pense em como a tecnologia pode aproximar vc de sua família e dos amigos daqui. Use-a. eu quero acrescentar seu nome em meu MSN se vc concordar, tá.
beijo, menina