domingo, setembro 10, 2006

Escrito por uma criança africana


Quando eu nasci, era Preta;
Quando cresci, Preta;
Quando pego sol, fico Preta
Quando sinto frio, continuo Preta;
Quando estou assustada, também fico Preta.
Quando estou doente, Preta;
E, quando eu morrer, continuarei preta!
Até meu apelido é Preta...
E você, Branco de cor,
Quando nasce, você é rosa;
Quando cresce, você é Branco;
Quando você pega sol, fica Vermelho;
Quando sente frio, você fica roxo;
Quando você se assusta fica Amarelo;
Quando está doente, fica verde;
Quando você morrer, você ficará cinzento.
E você vem me chamar de Mulher de Cor??

2 comentários:

O Meu Jeito de Ser disse...

Preto leva séculos até para enrugar, não é?
E depois o branco é que é raça superior?
Estou aqui agora, não teve jeito para o velhinho. Estava todo contaminado, parecendo o palácio do planalto.
A solução estava clara, apagar tudo e começar de novo. Que bom se com o Brasil fosse assim heim?
Beijos, tenho que ver todo mundo, para passar endereço novo

valter ferraz disse...

Preto é Cor, Negro é Raça, sacou?