terça-feira, setembro 26, 2006

Recordar é viver


Os quarentões certamente se lembram de Ted Boy Marino dando uma voadora em Fantomas naquelas lutas de araque da TV dos anos 70. Eram os chamados telecatchs, onde ganhava quem deixava o adversário na lona. Era tudo combinado, claro, mas era a sensação da época.

Não sei como começou o assunto, mas no carro a caminho de casa estavamos falando sobre programas de televisão e comecei a contar para a Lotta que lá em casa no meu tempo de menina se o programa fosse para maiores de 12 anos, nem adiantava insistir com minha mãe, era procurar o caminho da cama pois não assistia mesmo.
Mas como no meu tempo de criança eu gostava mesmo era de brincar no quintal, eu não me importava muito com tv.
Uma boa lembrança da epoca é que minha tia tinha um quarto da casa com bancos onde nós vizinhos assistiamos tv ( acho que ela era a unica que possuia um televisor na epoca). E me recordo da minha avó sentada na primeira fila louca com as lutas de telecatch. Implorando aos ídolo Tigre Paraguaio e Ted Boy Marino " Uma tesoura" ( ela gritava: _ Corta, corta e fazia sinais com as mãos como uma espada) para que os heróis acabassem com os vilões como Aquiles, Verdugo, Rasputim, Barba Negra e Múmia nos ringues de luta-livre. E sempre era o que acontecia no final...
O pior é que passa um programa desses combinados aqui na televisão( acho que dos USA) e meu marido e Lotta me fazem lembrar a minha avó, não adianta eu tentar ser estraga prazeres e dizer que é tudo combinado, pois os dois acham a blufe de um suspense tremendo. Eu só posso é fazer como nos meus tempos de menina sair da sala de fininho e deixar os dois a sós torcendo para os heróis de mentirinha.

4 comentários:

O Meu Jeito de Ser disse...

E olha que dá uma raiva, tentar convencer alguém, daquilo que vc já sabe, só eles não querem ver.
Parece brasileiro em vésperas de eleições.
Nada se cria, tudo se copia, não é assim?
Beijos

Luz disse...

Eu tenho uma tia, que se babava de raiva quando seus preferidos levavam na trombeta, era um programa que dava em França e chamava-se Catch a quatre, eram 4 lutadores formando 2 equipas.
Também a gente lhe dizia que aquilo tudo era a fingir, mas ela não acreditava.
E aquelas situações, que as pessoas baralharam as personagens das telenovelas… a gente quer corrigi-las: “não, titia, ela não é a mãe mas sim a irmã!
Mas nada a fazer, do outro lado contínua na teimosia… arranjei, faz muito tempo uma solução, respondo: sim, sim é isso tudo…
Quero lá saber da confusão, dos obstinados!

Beijo, Beth

valter ferraz disse...

Beth, eu também assitia e torcia para o Índio, aqui chamado de Tigre Paraguaia, êle era o máximo!
Você sabia que o Ted Boy Marino luta ainda hoje? é luta contra o reumatismo, a gota, dor na coluna, etc.
Um abraço

Elizabeth disse...

Contra essas dores eu tambem estou lutando.