sexta-feira, agosto 05, 2005

Ser ou não Ser, eis a questão...

Sempre fui muito certinha, desde pequena.
Comportada, penso sempre no que dizer e no como agir.
Tento mudar mas não consigo, não gosto do meu jeito de ser, gostaria de ser Anormal.
Me doia muito quando as pessoas me chamavam de caretas na adolescencia e diziam que meu lugar era num Convento.
Hoje em dia sei que muitas vezes fico de fora por não passar na "Turma", mas hoje isto já não me importa mais,
faco o que gosto e na hora que me der na telha e o mais importante com as pessoas que me aceitam assim Caretona.

Acho que por isto amo esta música do Raul Seixas.
Balada de um Louco
Dizem que sou louco por pensar assim
Se eu sou muito louco por eu ser feliz
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Se eles são bonitos, sou Alain Delon
Se eles são famosos, sou Napoleão
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz
Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu
Se eles têm três carros, eu posso voar
Se eles rezam muito, eu já estou no ar
Mas louco é quem me dizE não é feliz, não é feliz
Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu
Sim sou muito louco, não vou me curar
Já não sou o único que encontrou a paz
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, eu sou feliz

2 comentários:

Denise Arcoverde disse...

BETH!!!!!!!! adorei teu blog, tá tão lindo e cheio de coisas fofas escritas" vou colocar o link lá nos blogs suecos agorinha, OK??? um beijo enorme!!!

ps.: Também ADORO essa música!

Preta disse...

Obrigado denise,
Estou realmente curtindo ser blogueira, uma sensacão de liberdade de expressão.
Maravilha!!