sábado, fevereiro 25, 2006

Meu Carnaval

Quando criança morava perto de uma quadra de samba, e as noites dormia ao som da música de um Tio meu, cantando para a esposa, pois ele sabia que ela estava em casa acordada e ouvindo esta música que ele fez para ela.
Não lembro toda mas tinha uma parte que era assim:
"Eu vou pro samba meu benzinho podes crer,
Quando o samba terminar venho ficar com você,
Eu vou vou pro samba meu benzinho leva fé,
Quando o samba terminar lhe farei um cafuné,
Não se aborreça meu benzinho por favor,
Você é a minha vida, você é meu grande amor,
Sou todo seu meu benzinho leva fé
Quando o samba terminar lhe farei um cafuné."

Amanhã ninguém me segura, vou colocar um cd de sambas enredos prá tocar, vou pegar um cabo de vassoura e ser porta-estandarte do meu bloco particular "Sou eu sózinha". Pois é, vocês que estão ai na Terrinha não me fazem inveja ( Rssss), pois sou foliona até aqui no gelo.

3 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Beth querida,
dance muito, seja porta bandeira, passista, mestre de bateria, seja o que quiser e será feliz lembrando da terrinha!!!
lindos dias e lindo o samba de seu tio,
beijossssssssss

Sonho Meu disse...

Imagina, carioca loge da folia do carnaval! E um sofrimento amiga, tambem fico doida pra ta la na minha Olinda ladeira abaixo com uma sombrinha na mao dançando o frevo. hehehehe.
Tambem vim até aqui no teu blog, porque vc foi escolhida(que sacanagem né), pra entrar na brincadeira-corrente-blogueira dos quatro. Portanto vai la no meu blog que seu nominho ta lá querida.
Bjokas,
ME

celia disse...

Oi Beth vc tem uma tarefa la no meu blog. Bj e boa semana.